Indígenas

 

logo_indigenasO alcance dos indígenas é um dos alvos da SGM, a qual tem como objetivo enviar missionários a estas comunidades com o propósito de aprender a língua, cultura e costumes, a fim de desenvolver um trabalho de evangelização.

Hoje, no Brasil, existem mais de *817 mil índios com cerca de *340 etnias distintas e mais de *270 línguas diferentes. Devido à complexidade da língua indígena apenas **03 possuem a Bíblia completa, 32 possuem o Novo Testamento completo traduzido em seus idiomas e outras 58 com traduções inacabadas. Com isso, há um grande desafio missionário, pois mais de 120 tribos necessitam, com urgência, de uma tradução das Escrituras.

Neste sentido, e respeitando as diferenças culturais, desenvolvemos um trabalho missionário visando levantar lideranças indígenas que possam pastorear os próprios índios através de relacionamento, testemunho, discipulado e tradução da Bíblia. Hoje trabalhamos com projetos nas etnias KaxinawáParakanãMacuxi e Pataxó.

A etnia Kaxinawá está localizada no estado do Acre. É um povo sedento da Palavra de Deus e atualmente há um casal de missionários nesta região, José e Ana Paula que realizam reuniões com a comunidade, trabalham com treinamento de líderes autóctones, desenvolvem projetos de alfabetização, construção de igrejas.

Outro projeto indígena é o dos Parakanãs, localizado no estado do Pará, onde a missionária Odete e o casal Marcelo e Keila, têm desenvolvido um trabalho de alfabetização e reforço em escolas, preparo de materiais didáticos e tradução da Palavra de Deus na língua nativa.

Ana Paula e Giovanni trabalham no norte do Brasil com os Macuxis, mais especificamente no Estado de Roraima, ali já está em funcionamento o Instituto Teológico Quadrangular, além de todo trabalho com as crianças e o discipulado com a igreja. E, finalmente o casal Roberto e Jaciara, que estão trabalhando com a etnia Pataxó que se encontra no Estado da Bahia, eles pastoreiam 03 congregações e trabalham para a formação de líderes locais.

O novo desafio é um abrir um Centro de Treinamento para formação de obreiros e pastores indígenas.

*Dados do Censo de 2010 – Portal Brasil
**Fonte – Departamento de Assuntos Indígenas – DAI-AMTB